...

Porque palavras não se falam... se Vomitam

terça-feira, 18 de junho de 2013

Desculpem o transtorno... Estamos tentando fazer revolução



Muitos de nós já lemos em nossos livros escolares sobre revoltas, movimentos políticos, movimentos culturais, pessoas saindo às ruas e falando a mesma língua. Tempos remotos, onde a balança entre o que é suportável e os riscos que podemos correr dando a cara para bater pendia para o lado que nos obrigava a tomar alguma ação. Agora, o que eu realmente não imaginava que pudesse acontecer de novo está aí em meus poucos vinte e dois anos dos quais muitos passei falando sobre os problemas no nosso país que saltam aos olhos.

Falei tanto até chegar ao ponto de simplesmente cansar de falar, de perceber que nada acordaria o que estão chamando de “gigante”, de baixar os ombros e ficar estático esperando uma nova energia, e sei que como eu muitos perderam a voz.  Pois bem, acho que todos os que sempre sonharam em ver o Brasil unido de alguma forma que não fosse futebol, estão sendo recompensados hoje.

Alguns pontos que sempre soubemos estão ficando ainda mais escancarados na nossa frente, como o fato da televisão tentar esconder tudo e mostrar seu circo para o povo, o fato de os políticos darem o risinho amarelo e saírem pela tangente esperando que as coisas se resolvam por si, os policiais tratando pessoas como se eles fossem superiores à elas, enfim, uma diversidade de coisas normais que antes da internet eram todas minimizadas e deixadas de lado.

Ainda estamos no meio disso, e fico feliz em ver que todos estão fazendo realmente o que está ao seu alcance para de alguma forma ajudar, informar, fazer número e conduzir. Alguns como eu não moram em grandes cidades, onde realmente o número impressiona, o grito assusta e as coisas acontecem. Mas estão repassando informações, fazendo a comunicação funcionar e pela primeira vez na história, sem a intervenção da TV as notícias estão explodindo e arrancando as pálpebras causadas pela mídia convencional.

Precisamos que isso continue, e que você faça o que está ao seu alcance. Vá para as ruas, faça cartazes, perca a voz, faça vídeos, fale, escreva, tire fotos, divulgue fotos, use o seu poder de comunicação que graças a internet hoje é gigantesco, e mostre ao mundo que realmente #ogiganteacordou.

Quem sabe um dia, seja a nossa união estampadas nos livros escolares, fazendo parte da história do Brasil. O dia em que o país acordou e a mídia não pôde nos derrubar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...