...

Porque palavras não se falam... se Vomitam

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Wannabe


Eu queria ter o dom de trocar por vírgula cada ponto final, forçar um novo parágrafo a cada vez que as idéias acabassem, estar seguro de que não importa o quão longe eu vá sempre haverão reticências pra continuar.
Queria escrever tudo a lápis e não deixar nada por definitivo, eu queria mudar, riscar, apagar, borrar... queria voltar atrás.
Queria voltar atrás e responder cada interrogação, queria dizer tudo que eu não disse, queria deixar de dizer, me censurar.
Queria jogar fora aquele relicário na cabeceira da minha cama e não ter de olhar pra ele toda noite, não ter que lembrar.
Acima de tudo, queria que fosse fácil assim.
Queria ter pensado duas vezes, três vezes... Queria não ter que passar por isso. Mas só agora eu percebi como fui arrogante e ingênuo, quando abri aquilo pensando encontrar reticências e tive que lidar com um colossal ponto final... e eu sempre soube que seria difícil pra mim.
Queria poder amassar todas aquelas folhas velhas e amareladas e passar tudo a limpo em folhas novas, idéias novas.
Queria narrar tudo do meu ponto de vista e deixar de fora o que ja não faz parte da minha essência, fazer tudo diferente, escrever em letras garrafais aquilo que precisava ser dito mas estava apagado, destacar, abusar das exclamações, fazer com que o mundo leia...
Queria que o mundo inteiro lesse, queria que alguém se identificasse, queria que
ALGUÉM!!!!! se identificasse...
Queria que amanhã fosse um novo-velho dia...
Eu queria ter o dom de trocar por vírgula cada ponto final, forçar um novo parágrafo a cada vez que as idéias acabassem, estar seguro de que não importa o quão longe eu vá sempre haverão reticências pra continuar (reticências)

10 comentários:

  1. Ricardo, gostei tanto do seu texto e não entendi o motivo de não querer postar.
    E, assim como você, muita gente -inclusive eu- quer mudar, mudar de opinião sem se sentir culpado por isso... esquecer algumas coisas, fazer coisas novas, algumas loucuras talvez...
    gostei de verdade! E não deixe de escrever nunca, tá?
    _____________________________________
    Coloquei o banner do seu blog no meu! *-*
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. otimo texto rapaz... adoro o blog de vcs...

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Aninha :D pode deixar que eu não vou parar de escrever.. e obrigado pelo banner também.

    e muito obrigado também Anônimo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...