...

Porque palavras não se falam... se Vomitam

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Filosofia Alcoólica #4


Então, como um boneco largado as traças me encontro. Atirado no abismo que a sua frieza me condenou, tentando juntar os pedaços ou apenas domar a minha própria insanidade. E nem todo álcool do mundo consegue me fazer enxergar os meus erros, pois talvez o único erro foi tentar fazer o melhor, ser o melhor.

Homens não choram, morrem aos poucos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...