...

Porque palavras não se falam... se Vomitam

sábado, 30 de abril de 2011

Vidas e Fases


Aproveitar as fases... Está aí um dos segredos pra ser feliz.

Nesses últimos tempos, tirei uns momentos pra pensar sobre isso, e chego a seguinte conclusão: Todos tinham razão.

Quando você tem 8 anos, e vive correndo pelo gramado, brincando no barro, assistindo desenho e aprendendo contas de adição na escola, vivendo aquela criancice pura e totalmente despreocupada. Logo vem o seu primo do ensino médio e diz pra você aproveitar, porque ainda não tem trabalhos pra fazer, e toda aquela rotina escolar mais densa, mas você não da bola, e não vê a hora de crescer um pouco, ser mais velho.

Então você chega lá, e começam os trabalhos, e os primeiros compromissos escolares, em contraponto, você é um pré-adolescente, começam a surgir as primeiras “paqueras” (pareço a minha mãe falando), você ainda tem um bom tempo do seu dia livre, fica assistindo TV, não vê utilidade em ler muito, nem em se informar, porque você tem todo o tempo do mundo. Porém você ainda acha uma chatice não poder ir a todos os lugares porque não é maior de idade, nem poder tirar a carteira e tem que ir pra aula todo dia. Logo, volta aquela velha historia de não ver o tempo passar, "crescer", assim sair do ensino médio e ser mais independente, fazer mais coisas, ser mais velho... Então o seu amigo que está na faculdade, e trabalha o dia todo, vem e te aconselha a aproveitar, porque você vai sentir falta de tudo quando passar... E você novamente não da bola, afinal, sair da chatice do ensino médio e ser um universitário maior de idade é a melhor coisa do mundo.

Em seguida, você finalmente conclui o ensino médio, se torna maior de idade, vai para a faculdade, começa a trabalhar, e vê todo o seu tempo ir para o ralo... Lembra-se de tudo o que te disseram a vida toda, e começa a bater a saudade daquele tempo, que você queria tanto ver passar, de quando brincava de subir em árvores, ou passava o recreio conversando sobre bandas. Então você se afunda em estudo, pra tentar ficar rico e assim aproveitar a vida mais pra frente, logo vem o cara que trabalha contigo, ele já tem família e filhos, e começa a te falar a velha história... “aproveite, vai ver quando tiver filhos, vai sentir saudade dessa época...”.

Bem... Quer saber, esse ciclo nunca acaba eu já passei por um pouco de tudo isso. Então eu é que venho te falar, aproveite!

Vi pessoas que se preocuparam tanto em crescer que o tempo escoou pelos ralos, e essas mesmas pessoas continuam querendo pular fases, uma após a outra, mas não se dão conta que não existe um lugar pra chegar, porque a vida é vivida a cada fase. Não faz sentido procurar a próxima logo, aproveitar cada uma é um segredo, seja brincando na terra com os pés descalços ou brincando de Lets no recreio, beijando umas meninas nos cantos do colégio, fugindo da aula na facul pra ir ao bar no intervalo, passando um domingo com seus filhos, vendo o pôr-do-sol de mãos dadas com a sua senhora de 65 anos...

Fazendo uma, das MILHÕES de opções que você tem hoje... Fazendo o máximo delas, e tirando de cada fase o máximo de vida possível...

Porque dentre as milhares de definições de vida... Uma delas pra mim é tirar cada gota de prazer dos momentos mais simples de cada fase por que passamos.

E lembre-se, não é crime se às vezes você fugir dos seus 15... 20... 30... 50 anos, e ir brincar na chuva como uma criança...

8 comentários:

  1. muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito bom

    ResponderExcluir
  2. E nós pudemos aproveitar nosso ensino médio né Cleber...lembra da frente da matriz a noite?!POUCOS SENTIRAM AS MESMAS EMOÇÕES QUE NÓS!
    FLENIK

    ResponderExcluir
  3. haha, é Sr Flenik... Histórias pra contar

    ResponderExcluir
  4. Que lindo, tudo soa tão verdadeiro, temos mesmo é que aproveitar.
    Amei a parte de ir brincar na chuva feito criança *-*

    ResponderExcluir
  5. Estou gostando do blog, entendendo. Gosto de textos assim, até pq todo mundo se identifica. Até hoje mantenho algumas "cores" da minha infância, isso é bom pra mim, pois tenho na expressão por pintura e formas moldáveis uma expressão que ganha mais cada vez que fico livre da pressão de ser adulto e revejo minha infância. Muito bacana ter liberdade, autenticidade, enfim, valores que são essas cores tão presentes na infância. Oba! Parabéns pelo blog. Abraço do Jamill.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...