...

Porque palavras não se falam... se Vomitam

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

A Montanha Màgica..



Talvez se as palavras pudessem realmente expressar a alma, não teríamos as lágrimas, não precisaríamos de olhares, o toque das nossas peles não pudesse variar entre acidez e docilidade, timbres meigos não nos conquistariam apenas por serem ouvidos no perder das linhas do vento que o trazem, vidas não deixariam marcas de momentos em que engolimos a voz e choramos, lembranças não fariam sentido se não fossem argumentadas, sonhos precisariam ser mais densos e nítidos... e alguém pudesse realmente me entender.

Espero que um dia, todas as pessoas se deem conta da verdadeira realidade, de que os corações não são perfeitos, e que nenhum é, ou nunca vai ser, que todas essas maquiagens sociais não passam de meras maquiagens sociais, tão ou mais baratas que a roupa do mendigo que você desconsidera, ao ponto de não perceber que os olhos dele também tem a mesma capacidade de brilhar que os nossos, e que sonhos não escolhem você por ser legal.

Ainda aguardo o dia em que todos vão ter a clareza das nossas armaduras, aquelas que usamos por baixo dessas roupas brilhantes que chamamos de aparência social, um dia, você vai se dar conta, que todos carregamos armas, por baixo dos buques de flores, e que aquelas pessoas que vocês veem as armas, não são os monstros, e sim, as pessoas de verdade, confesso, que carrego as armas a mostra, e sou julgado por isso, mas estou errado?

Espero o dia em que todos vão carregar, e ninguém vai precisar ter medo de levar uma punhalada pelas costas, porque vai estar tudo visível, eu ando com a arma em uma das mãos, mas assim, quem está comigo pode ter a certeza que a outra vai apenas acariciar, e não haverá outra arma na manga, mas e essas pessoas legais que conhecemos? Que parecem não ter armas, e cuja armadura está por baixo de roupas legais, você pode confiar?

Eu já respondo. Não. E você não confia, mesmo que diga que sim, lá no fundo, você sabe que tudo pode acontecer, podem guardar granadas no bolso, e da manga da mão que acaricia, pode sair uma navalha.

Confesso, ainda não descobri como fazer para que as minhas armas não ofusquem a minha alma, acredito que poucos conhecem a minha alma, a praticamente ninguém tem curiosidade de conhece-la, mas o meu veneno tem aroma fétido, e você percebe que é veneno, o medo que sinto, é pelos venenos doces, com aromas imperceptíveis, almas de plástico, que nos fazem acreditar em um mundo melhor, mas só poderemos ter o mundo melhor, quando cada um assumir suas armas, e se dar conta, que elas precisam cair no chão, para que possamos segurar nossos destinos no colo, e fazer bem à alguém.

Meu veneno não pode ser confundido com aroma de rosas, assim eu posso apreciá-las e sei bem como são, deixo as coisas claras, para que nada se perca, e o dia em que todos deixarem suas armas a mostra, vou deixar que as minhas deslizem pelos dedos e caiam, para que eu possa acariciar peles sinceras. Eu tenho uma em punho, mas com o outro, espero poder colher flores puras, e entregar a alguém, até o dia em que poderei usar as duas para abraçar...

Poucos os que conseguem passar pela minha armadura, mas quando conseguem, podem ter certeza, não existem armas escondidas, meu veneno não mostra a minha alma, só quem realmente sente o aroma da minha alma, sabe quem sou...

Tirem suas conclusões...

11 comentários:

  1. Só algumas correções: m-Á-gica, post-A-gem. ha-ha
    Você devia aprender a usar acentos meu caro.

    ResponderExcluir
  2. haha...
    é, vc tem razão
    Mas como é um blog, e vc provavelmente nem me conhece, e está entrando pela primeira vez aqui está tudo bem...
    quem me conhece sabe que tenho a mania de clicar no SHIFT o tempo todo...
    porisso as vezes os acentos saem trocados, e letras maiúsculas aparecem no meio das palavras...
    Enfim, não é uma explicação...
    só um agradecimento pelo comentário... em forma de explicação :B
    abraço

    ResponderExcluir
  3. Oi, comecei a ler seu blog à uma semana.
    estou adorando seus textos :) e sua forma de gramática pessoal :)

    ResponderExcluir
  4. Seria bom se você revisasse as coisas antes de postar. É o primeiro passo para a inteligência.
    Não se sinta ofendido, é minha humilde opinião.

    ResponderExcluir
  5. Márcio...
    não me sinto ofendido por vc falar assim.
    sinceramente, eu leio o texto antes de postar, mas características pessoas são a essência desse blog... porisso não me importo em deixar assim.
    O primeiro passo para a Inteligencia é abrir a mente de forma Multifocal...
    Hey, Bruna... Obrigado *-*
    é sempre bom saber e conhecer pessoas e entendem a idéia desse Blog.
    Thaís *-*
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. gostei mt do texto, comecei a ler o blog agora e tô gostando mt.!
    li os comentarios acima, ri bastante dos que falaram de seus erros, talvez eles estejam tão preocupados em criticar que não se envolvem realmente com o que está escrito.! eu sinceramente naum vi os erros citados, estava mt envolvida com o texto e sabia exatamente o que queria dizer, mesmo com acentos trocados.!

    ResponderExcluir
  7. Nadia...
    Seja bem vinda!
    fique a vontade pra comentar, debater, discutir ou simplesmente dizer um olá de vez enquando
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Marcio e Cléber.. Adoraria que mais pessoas expusessem suas opiniões como vocês fizeram... E o texto? Realmente muito bom. Parabéns!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...