...

Porque palavras não se falam... se Vomitam

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Tirinha Pra Gente Grande #4

Tudo bem, tudo bem... Eu sei que esqueci de postar sexta-feira, só lembrei agora!
Perdão meus amiguinhos!



Brasil, um país de tolos todos

Mais uma vez a tirinha veio do Ryotiras
até a próxima :*

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Pior do que tá não fica...(?)


Aaaaaaaaaaahhh, Vai se Ferrar!

Está pior a cada minuto!

Não agüento mais esse marasmo da porra

Quando fiz a primeira postagem nesse blog citei o fato de comentar sobre os mais diversos assuntos de forma espontânea, inclusive sociedade e política... E até eu estou assistindo essas merdas calado.

Sinceramente, agora me encontro bravo comigo mesmo, bravo com você, com nojo dessa sociedade de palhaços equilibristas, e esse monte de Filhos da puta...

Tá, você ainda não faz nem Idéia do que eu estou falando, então, não vou falar de poesia, nem de amor, de alguma história, metáfora, ou sentimento, seja lá o que for... Estou falando de Sociedade, de política, de pessoas de merda, estou falando de você, é, ou você acha que o filho da puta pra mim é só o político? Adivinha, estou incluindo você nessa! Que deve estar com a janela do Orkut aberta ao lado, ou do twitter, ou facebook, seja lá o que for, e DUVIDO que tenha algo sobre o tua sociedade real aí, você sabe o que está acontecendo no teu país? No teu estado? Na frente da sua casa?

Bom, vou te contar uma novidade... Estamos em época de ELEIÇÕES!

Ao contrário do que você pensa não vou defender hoje algum partido ou candidato (estou morrendo de vontade, mas não vou) vou falar da forma como tudo isso está sendo tratado.

Estamos cuspindo na nossa própria sociedade, estamos se fodendo pra ela, estamos vivendo o ápice da ignorância política, da ignorância social, e se você ainda não entendeu direito o que eu estou tentando falar... Cara eu estou tentado falar que você é um Burro, que faz parte da sociedade com a maior comunicação da história, e mais ignorância política da história!

Não me interessa se esses políticos são ou não uma merda, não interessa se a forma política é uma merda, não interessa se você por um acaso não pode votar, não interessa se teu voto é vencido, não interessa se você gosta ou não de política...

Interessa é o fato de o povo ficar como um cão assistindo ao forno elétrico.

Porra, você já pensou em crescer? Já parou pra pensar que um dia sua mamãe não vai mais comprar suas fraldas, e você vai ter que comprá-las por si mesmo?

O que você sabe de política? Sabe tanto quanto sobre aquele artista de merda que você ouve? Você Lê mais “Época” ou “Capricho”? Você acessa mais o Google Imagens ou o Google Notícias? Assiste ao vídeo do pânico ou algo que interessa? Assiste mais novela ou jornal?

Hoje estava ouvindo “Que país é esse” da Legião e foi isso que me fez vir aqui e escrever... Sabe por quê... Porque hoje em dia ninguém mais sabe o que é ter sangue nas veias, preferem ficar chorando pelos cantos por essas músicas da porra que você ouve, ficar imitando essas merdas que enchem tua cabeça, e não sabe nem ao menos o que é sentimento de verdade...

Deixa eu te contar uma coisa?.. AMORES ACABAM... Isso tudo é uma merda passageira, que não vai te levar pra porra nenhuma... Mas a SUA VIDA está aí, e talvez você devesse olhar mais no espelho, e olhar mais esse teu país que está uma bosta, olhar o horário político, e ver quanta merda está lá, e ELES VÂO GANHAR!!!, Porque você é um retardado e está se ferrando pra política... Está se ferrando pra sua própria vida, e prefere ficar jogando confete nos problemas, mas eles não vão ter dó na hora de Transformar sua vida em um lixo pior do que ela já é... Pense nisso....

Aliás... PENSE EM ALGUMA COISA...

Cresça! Porra!


terça-feira, 24 de agosto de 2010

Acontece




É estranho quando a vida lhe pega de surpresa e as coisas vão acontecendo, quando você percebe esta preso em uma armadilha. Porém, você não quer escapar.


Basta um olhar, e sua vida começa a se transformar aos poucos. Quando os olhares se cruzam parece que a terra treme, pois neste exato momento você sabe que foi cativado. É como um feitiço inexplicável. E então você começa a articular, e escolhe ruas e lugares. Tenta criar coincidências ou seria simplesmente motivos para se encontrar.

Quando as primeiras palavras se trocam, surge aquela ansiedade. O medo de falar algo errado e cometer equívocos.

Vem ai a convivência, quando a cada dia você percebe que não tem mais nada que possa ser feito. Pois quando você não a vê, o dia se torna insuportável e não a nada que você não faça para estar junto dela. E quando a noite chega, deita em sua cama e começa a imaginar historias e pensar que no dia seguinte você ira vela.


Porque os momentos que passam juntos ...

Conseguem deixar até este humilde escritor sem palavras para explicar, pois se eu tentasse descrever. Eu estaria mentindo para mim mesmo, algo tão divino não merece ser descrito com palavras, e sim com atitudes.

O que realmente me deixa triste é o fato que tudo isso acontece raramente em nossas vidas. E pior que para alguns ocorre uma única vez, e então fico me perguntando como isso acontece, porque será?

É frustrante !!! Porém cada vez que me questiono, chego num abismo. Como se está verdade fosse oculta e proibida para meros mortais.


Então me conformo. Pois vejo que não se deve entender os sentimentos, porque não cabe ao nosso cérebro entender, e sim aos nossos corações viver.



Talvez a pior de todas as drogas ...

domingo, 22 de agosto de 2010

Entrelaçar Destinos #6


...A festa estava cheia... Muito cheia, a música super alta, as pessoas super animadas, meus amigos já chegaram ao mesmo ritmo, foram pegando umas bebidas. E eu...bom eu só corria o olho no meio das pessoas para ver se encontrava a garota, era mesmo uma festa grande, onde você encontrava todo tipo de pessoa, menos quem estava procurando. Uma piscina, um movi Head em cada canto dela, fazendo uma iluminação psicodélica, muita cerveja, várias garrafas de Martini, o que me fez lembrar a primeira, mas nessa estavam se embebedando com ele. E um cheiro de cigarro enorme, eu já estava me sentindo Muito mal, pior do que na primeira, como eu chegaria à casa da minha namorada àquela hora da noite sem avisar, cheirando a cigarro? Chutariam-me de lá no mesmo instante, então deixei meus amigos e fui rondar a festa, entrei na casa, dei uma olhada na sala, havia duas garotas se beijando no sofá, e ao lado um cara filmando, na verdade, toda aquela festa parecia cena de filme, passei por um corredor, e fui chegar à outra sala, do lado fazendo cateto com o da piscina, lá o cheiro de cigarro era substituído por maconha, eu fui passando pela sala para sair na lateral da casa e voltar à piscina, afinal, já estava começando a pensar que nem mesmo a amiga da minha namorada teria ido à festa.


Passando pela sala, sem querer, acabei derrubando um copo com o pé, o copo estava no chão, e quando caiu, tinha cheiro de vodka de baunilha, é, essa mesmo que você está pensando, um cara veio da porta, estava com um cigarro, alto, magro, a pele com algumas sardas, um boné na cabeça, calça larga, e uma camiseta com toca, aliás, camiseta com toca é o ápice da materialização da burrice humana, toca é para o frio, camiseta é para o calor, alguém que usasse aquela roupa merecia morrer, mas deixando isso de lado, ele veio, e segurou no meu braço pra que eu me virasse em direção a ele, ele fedia a álcool...


- O playboy, essa bebida que você derrubou era minha seu merda!

- Ah cara, vai foder com a festa de bobeira, o que não falta é bebida pra você encher a cara

- O que ta faltando é eu quebrar um Playboy metido que derrubou minha bebida

- Cara, sabe de uma coisa, eu já to quase indo embora dessa festa de merda, e ninguém me conhece aqui, bebe mais um pouco e acha alguém pra brigar depois, alguém famoso, brigar com um estranho não vai te adiantar nada, tem mais desse negócio ali na mesa, enche o copo e me deixa em paz

- Você tem sorte, a minha namorada ainda vai vir aí, e ela não gosta muito da minha roupa quando eu sujo de sangue, mas não pense que vai ficar assim.


Ele ainda não estava bem bêbado, e esse tipo de pessoa só fica corajoso quando enche o cu de bebida, eu sabia que falar alto com ele faria ele não querer brigar, mas que ele iria me procurar quando estivesse bêbado, de qualquer forma, eu não estaria ali mesmo.


Então eu saí lá fora, e dei mais umas voltas, passaram mais alguns minutos, meus amigos já haviam se perdido também, e eu desanimando, então resolvi sentar como da primeira vez, afinal, havia dado sorte, sentei ao lado de um Bacardi Big Apple dessa vez, ali fiquei um bom tempo, e tudo aquilo que eu tinha imaginado começava a desaparecer da minha mente, aquela noite perfeita que eu idealizei tinha ficado para trás, na verdade ainda era cedo para festa, mas como a minha idéia não era a festa eu estava me frustrando.


Naquele momento ela já deveria estar em baixo das cobertas, estudando, ou assistindo TV, ou até mesmo dormindo, e ela nem poderia imaginar que eu estava ali tentando encontrar uma forma de chegar até a casa dela, por alguns minutos fiquei imaginando ela dormindo, aquela carinha de anjo, como se estivesse viajando pelos sonhos, abraçada a um travesseiro, e com boa parte do cabelo sobre o rosto, bom, eu fiquei tentando me satisfazer com a minha imaginação enquanto os minutos iam passando, e a minha esperança de encontrar a garota também.


Foi quando eu vi uma ruiva indo para o quiosque nos fundos do terreno, ainda lembro que era o seu cabelo ruivo da sua amiga que sempre me chamou a atenção, porque era aquele ruivo vivo e natural por cima, e mais escuro por baixo, tive a certeza que era ela, então segui com os olhos seu caminho, no momento eu me animei repentinamente, parece que a noite em fim faria sentido, e eu poderia passar um tempo com o meu amor, levantei rápido, com o copo na mão, e fui andando até lá...




Não acompanhou a história? Entrelaçar destinos #1 #2 #3 #4 #5 <~~Links

sábado, 21 de agosto de 2010

Rauzito e sua Sociedade


Como alguns sabem, hoje faz 21 anos que Raul Seixas morreu, foi um cantor que marcou época na história do Brasil, uma verdadeira personalidade agregadora de mensagens, pregando diversas ideologias, e venho aqui esclarecer uma delas abstratamente... A Sociedade Alternativa.


Pode ter certeza que nem mesmo Raul sabia explicar com convicção o que era a Sociedade Alternativa, Tanto, que quando questionado sobre como surgiu tudo isso na sua vida, ele falava que via em sonhos, nas viagens mentais que fazia (normalmente quando estava drogado), enfim, na realidade, tudo surgiu a partir de Aleister Crowley, o real fundador da Sociedade Alternativa, este era um místico ocultista, na época mais conhecido como bruxo, o mesmo quando questionado sobre suas idéias irem contra a igreja, falava que se a Sociedade Alternativa era contra a igreja, ele próprio era a Besta, inclusive usando o numerário 666 como uma marca para si.


Assim, Raul Seixas trouxe para o Brasil as idéias em forma de músicas e foi apoiado por outro influente brasileiro, Paulo Coelho, que chegou a escrever músicas junto com Raul, porém sem deixar que seu nome aparecesse nelas. Além do apoio do seu público, que na época, via tudo como uma nova forma de vida, uma saída para um mundo opressivo e sugador de mentes.


Para simplificar, na visão de Raul, a sociedade alternativa seria uma forma de vida desregrada, como ele mesmo dizia “faz o que queres, pois será tudo da lei”. Adotou a idéia como a forma de dar liberdade para o homem, deixar a vida correr como deveria, era quase uma anarquia, mas mística, porque não se tratava apenas de política, mas principalmente, mental, onde as pessoas não teriam que se apegar as coisas, nem seguir regras, ou linhas de raciocínio.


Queria acabar com cidades e governos, grupos, famílias, organizações, e manter tudo livre, a mais pura liberdade, assim como Raul fazia, porém, fica difícil falar mais além desse termo tão usado até hoje, afinal, livros foram escritos, músicas foram feitas, frases formadas, mas nada com um fundo teórico concreto que possamos nos apegar, superficialmente é isso.


Prefiro fazer como Raul fazia, ele era um grande enrolador nesse sentido, até pelo fato de ser algo tão complexo pra ele que mal sabia eternizar, ou explanar para o seu público de forma clara. Crowley tinha sua visão de Sociedade Alternativa, Raul tinha a sua, Coelho tinha a sua, e eu prefiro seguir a minha, utilizando o termo de Raul como uma potência literal para a nossa própria mente, não a sociedade em si, mas o fato de formar utopias mentais imaginando uma saída para a humanidade, para alcançar além do que qualquer dia alcançaremos isso era a sociedade alternativa, a forma como Raul tentava mostrar para o homem como ele achava que deveria ser o mundo...


Eu prefiro ver a minha Sociedade Alternativa como tudo isso que é escrito nesse blog, tudo o que é escrito aqui, as saídas para a vida, e a Alternativa que eu busco para mim mesmo como parte da sociedade no todo... A sua pode ser baseada em trabalho, família, drogas, bebidas, festas, amigos, amores, dinheiro... Mas é a SUA Sociedade Alternativa.


Às vezes é bom quando encontramos nas nossas mentes idéias tão complexas que nem mesmos nós sabemos como explicar, ou mesmo como viver. Assim como Raul o fez.


Eu tenho a Minha sociedade alternativa, e você não entenderia...Mas... Você

tem a sua?


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...