...

Porque palavras não se falam... se Vomitam

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Entregue as Moscas




Seria uma ótima expressão a respeito desse blog...

Haha é, na verdade, algo anunciado com antecedência na primeira postagem.

Esse tipo de coisa acontece quando o autor é uma daquelas pessoas que estudam, trabalham, estudam, tem compromissos sociais, estudam... Nem sempre um Blog pode ser alimentado.

Até que finalmente me sobra um tempo, e na hora de escrever simplesmente não vem nada de legal pra falar \o/, e ainda, não estou revoltado, nem com vontade de falar mal de nada.

...e essa chuva lá fora parece que só me dá mais sono, Merda! Aliás, merda de transtorno de humor também!

Entregue as moscas... Na verdade, agora não é só esse blog, mas eu me sinto assim, literalmente. E é o melhor que se pode falar agora, esse sentimento estranho, bom às vezes, ruim normalmente, vamos classificá-lo como fascinante.

Espero que você esteja mais ou menos assim também, ficaria mais fácil de entender um texto feito tão improvisado e sem assunto.

É interessante o que você sente quando esse sentimento de não ter nada pra fazer, nem ninguém pra sair, ou conversar o domina, você sabe que não é um inútil, que existem milhares de lugares onde poderia estar milhares de pessoas que poderia conversar tantas coisas pra fazer. Mas você está aí, e o maldito celular não toca, e mesmo que tocasse você não teria saco pra sair, sabe, quando chega ao ponto das moscas, elas te dominam, e não é fácil se livrar, pode ter certeza. Às vezes as coisas estão aparecendo pra você, e é você que não as quer, porque precisamos da companhia de nós mesmos às vezes, afinal, melhor que viver cercado de coisas, é passar um tempo com o prazer da tua própria companhia.

Aliás, sabe o que é bom das moscas... Elas te mostram como você pode ser interessante pra si mesmo, é aquela velha história de ver o lado bom das coisas, e estar abandonado tem tudo de bom. Meu Deus... Tem coisa melhor do que você tomar um banho, colocar um chinelo e usar um par de meias também pra combinar, uma calça de moletom velha, ficar com o cabelo despenteado tipo um ninho de passarinho, uma camiseta duas vezes maior que a sua, deitar no sofá, e começar a assistir um filme, com um cobertor até o pescoço, depois você levanta e inventa qualquer gororoba (odeio essa palavra) pra comer, e volta pro sofá, e NINGUEM te liga *-* (?)

Conversar com suas próprias idéias, criar mundos na sombra de uma árvore, ou com as costas no chão da sala, viver a letra da música ao fundo, e associar cada nuvem a um animal, como uma criança, que não precisa de mais nada nem ninguém pra brincar.

As moscas deveriam me raptar toda semana pelo menos uma vez... E o melhor, você não se preocupa com as coisas, se alguém não ler esse texto nem até a metade tudo bem. Estou entregue as moscas mesmo, posso fazer mais dez, e não vai atrapalhar nem um pouco as minhas importantes tarefas nesse momento...

Você deveria largar um pouco esse mundo e se entregar as moscas, a sua companhia sempre vai ser a melhor de todas, e esse mar de pessoas falsas e chatas, que vão à merda. Uma hora ou outra eles sentem a sua falta, ou você encontra outras pessoas que sintam, então é você que vai dar um descanso as moscas...

Aliás, as minhas estão me chamando ;*




2 comentários:

  1. Olá Cleber poxa saudades...

    ah é tão ruim fikar assim entregue as moscas, é assim que estou nesse momento , tao entregue as moscas que me faltam comentários, sem nada par ouvir e dizer Silêncio por dentro e por fora, com exceção dos zumbidos srs

    Ah! e eu li texto todo
    bjusxsx

    ResponderExcluir
  2. nada melhor que a sua propria compania, eu adorei está de parabéns.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...