...

Porque palavras não se falam... se Vomitam

sábado, 13 de março de 2010

Cerveja


“Ah, só faltava agora o retardado implicar com a nossa cerveja, que merda!”


... Obrigado a quem pensou isso quando leu o título, mesmo, adoro quando as pessoas ficam imaginando o que vai vir mesmo antes de eu começar, é legal... Ah, adivinha o que eu estou tomando enquanto escrevo isso :B, haha, café (pensaram que era cerveja né), nada melhor que cafeína pra eu não sonhar com nada e conseguir dormir pouco sem notar.

Então, não é hoje que vou falar sobre a cafeína, talvez outro dia. Primeiro.Eu bebo cerveja, não gosto muito, mas nem sempre as coisas doces tem graça, e não bebo sozinho, é o tipo da coisa socializável, fica meio sem sentido tomar aquele negócio amargo sozinho, e definitivamente, não fico bêbado, coisa de ignorante.


Bom, não convém você saber o que eu faço ou deixo de fazer, foi só uma pré-introdução.

Definitivamente, não tenho nada contra a cerveja, mas tenho muito contra “a cerveja”, haha, é isso mesmo, aquela idéia que tira a cerveja do balcão das bebidas e coloca no Hal do simbolismo popular. É algo tão retardado, fica até meio sem sentido falar, todo esse sentimento por trás de uma bebida amarelada, que pra deixar realmente bêbado é preciso tomar uma grande proporção, se a idéia fosse essa tomaríamos vodka, se fosse pra matar a sede mataríamos com água, fosse pra deixar atento tomaríamos energético ou cafeína, fosse pra ser gostoso tomaríamos coca-cola ou suco de laranja, então, para que serve?

Sabe, até aceito bem a idéia de socialização, a bebida que os brasileiros se reúnem pra tomar e conversar, assim como o chimarrão no sul, ou a coca-cola para a juventude, ou o chá na Inglaterra, talvez como o dominó para os senhores da praça, ou as estrelas para um casal apaixonado :B, tá, não vamos exagerar também, mas o fato é que esse ponto é até considerável, “vamos nos reunir pra tomar uma cerva”, eu já fiz isso algumas vezes, e isso não mata ninguém.


Mas acho que o importante nessa postagem é falar como as pessoas “amam” cerveja, como sinceros retardados, aqueles clichês que elas usam, todas aquelas babaquices que falam como se todos tivessem que adorar cerveja, algo que faz alguém se sentir melhor sem motivo nenhum, só por tomar cerveja. Cara, isso é um dos ápices da decadência no Brasil, alguém precisar tomar cerveja pra pensar que é legal e importante, que merda! É tão banal que eu poderia comprar cerveja e dar pro meu cachorro tomar, se bem que se eu fizer isso e o meu vizinho ver ele vai dizer que o cachorro é um “super-cachorro” porque toma cerveja


Tudo se torna uma questão de cultura podre, como o pai que molha o bico do filho na cerveja, pra que ele vá aprendendo a ser macho, ou as piadinhas de cerveja, os garotos de 10 anos que acham que são legais porque andam com uma latinha de cerveja na mão. Aliás, quem nunca viu na internet uma daquelas dezenas de orações da cerveja? Coisa mais retardada.


Ainda tem as famosas propagandas de cerveja, haha, são hilárias, o cara está no sofá, em casa, então tem aquela propaganda de um cantor com umas músicas filhas da puta de ruins, tocando pandeiro, tomando cerveja, em um bar super animado, cheio de garotas “gostosas”, uma diversão só, com as garçonetes de mini saia, e o cara é a pessoa mais feliz do mundo por estar tomando a cerveja. E aquela merda fica na cabeça do retardado em casa, ao ponto dele ir ao bar tomar a maldita cerveja, pra ver se cura o vazio da sua vida podre no meio da festa e da mulherada, então ele chega no bar, e vem aquele cara pesando uns 120 kgs atender o cidadão no balcão, a camisa deixa aparecer um pouco da barriga porque falta um botão, não tem nenhuma mulher gostosa, só um cara bêbado ao lado, falando coisas que ele nem entende, com um bafo de cachaça, um calor infernal enquanto o cara transpira sem parar, e toma a sua maravilhosa cerveja, quando não agüenta mais o mormaço e aquele cheiro de bêbado ele vai pra casa, sem a música, nem as mulheres, nem a diversão nem nada, e deita no sofá de novo, até vir a próxima propaganda de cerveja e o cara ficar de novo fantasiado com aquele mundo maravilhoso.


É esse é o nosso brasileiro louco por cerveja... Ainda insisto, tomem as suas cervejas, mas não ajam como animais acéfalos, não acreditem nas propagandas, nem sejam como macacos que determinam quem é legal por tomar ou não cerveja, não sejam boçais a tal ponto de não respeitar quem não gosta, não considerem a bebida como símbolo de grandiosidade ou pra determinar quem é “macho”, não encham a cara, se você acha isso legal você é um filho da puta, se drogue de uma vez, e tenha uma overdose logo, pro mundo se ver livre de você.


Usem a cerveja para algo a mais na hora de encontrar os amigos depois do trabalho ou no final de semana, e dar um pouco de risada, você pode até tomar veneno se quiser, mas não só porque vai se sentir “maneiro”, tome porque te faz realmente bem.


8 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Gosto de cerveja, mas não a bebo em todo lugar, e nem sempre também. A cerveja do tipo pilsen (é assim que escreve? \z) tem aproximadamente 5,5% de teor alcóolico. Ou seja, só se fica bêbado se virar um engradado. Acho que a maioria esmagadora da população tem que aprender que ninguém precisa dessas coisas pra ser mais forte ou mais feliz,mas sim para beber com o objetivo de sentir o extasiante sabor da cevada, seja em um bar após o expediente ou em um lindo Pub na Inglaterra.
    Beeijo, Cleber, saudade. ;*

    Obs. o primeiro comentário exclui, após ver um erro de português que mudaria toda a minha ideia. ;**

    ResponderExcluir
  3. Cleber e suas postagem xD gostei *.*

    ResponderExcluir
  4. sabee .. de uma coisa; Dexee que se fodamm
    que vão tudoo pro Inferno, Essa "galerinhaDobolinhofrito"; são tudo uns fdp mesm .. o cara q fika se achando, porque tomo um porre .. não honra as calça que usa, dexee que se afoguem em alcool

    ResponderExcluir
  5. Bem empenhado a sua postagem Cleber!
    fhudsaifhdusaifhdusai
    Concordo com grande parte do que está escrito aí. Pequenos pontos que não considero verdadeiro. Gostei da maneira que você aborda o problema. :D
    fdsaufhdusifhdsaui
    Vio... entre no meu humilde blog pra me xingá lá:
    http://montandobits.wordpress.com
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. eu gosto de cereveja... então foda-se HUDDUHAHSU
    eu bebo pq gosto, e as vezes encho a cara até cair, mas não pra me achar, vc tratou o assunto só do seu ponto de vista. tirando isso... bom texto

    ResponderExcluir
  7. UHASHUSHUUS
    da-lhe clééééber,eu rii com o comentario do zibéti \z
    UHSUHAHUAHUAHUAHUSHUASHUASHUASHUHUSA ri mto ainda \z
    Eu tbm não so mto fã da cerva,..(pq me da sono)
    mais tirando isso,..seila...ja q não tem como proibi ou ,..faze esse e outros vicios SUMI de vez.,..o negócio é dexa q morram !

    ResponderExcluir
  8. Tem gente que bebe porque gosta, tem quem beba pra aparecer... A cerveja vai continuar a ser exposta nos meios de comunicação como uma espécie de estrada a felicidade... Cabe aos que tem consciência e personalidade distinguir o que lhe fará realmente bem, seja cerveja, vinho ou maconha (ta, fui longe HAHAHA). O pior é quando o bêbado começa a dar problema pro sóbrio que sempre o acompanha...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...